PERFUMES IMPORTADOS

terça-feira, 13 de novembro de 2012

PÃO CASEIRO COM FERMENTAÇÃO NATURAL ( FERMENTO DE LITRO)



                        PÃO CASEIRO COM FERMENTO NATURAL


Ingredientes:

Receita do fermento

  • 1 vidro( litro) de fermento caseiro
  • 1 litro de água morna
  • Meia colher (sopa) de sal
  • 6 colheres (sopa) de farinha
  • 4 colheres (sopa) de açúcar

Receita do pão

  • 1 vidro( litro) de fermento caseiro
  • Meia colher (sopa) de sal
  • 1 colher (sopa) de gordura (banha de preferência)
  • 3 colheres (sopa) de açúcar
  • farinha até dar o ponto

modo de preparo

Modo de fazer para fazer este fermento, é necessário ter sempre 1 litro do fermento semente, depois acrescente 1 litro de água morna, meia colher sopa de sal, 6 colheres de sopa de farinha e 4 colheres sopa de açúcar. Misture todos os ingredientes. Após guardar 1 litro do fermento semente na geladeira para fazer para a próxima vez.
Com o outro litro do fermento é feito o pão caseiro.
mistura-se então, o fermento, meia colher sopa de sal, 1 colher sopa de gordura banha de preferência, 3 colheres sopa de açúcar e a farinha até dar o ponto de bolo mais mole.
coloque em uma bacia e deixe descansar por 12 horas.
após acrescente mais farinha até ficar no ponto de pão mais duro.
amasse bem e passe no cilindro(o cilindro é opcional).
enrole os pães e deixe crescer.
quando tiver já crescido levar ao forno por aproximadamente 45 minutos.
rendimento: 3 a 4 pães, dependendo do tamanho. 

RECEITA DO FERMENTO DE LITRO (para utilizar como semente)

INGREDIENTES: 

1 litro de água
3 colheres de sopa de açúcar
1 colher de sopa de sal
5 colheres de farinha de trigo

MODO DE PREPARO:

Misture todos os ingredientes e deixe a mistura descansar por quatro dias numa vasilha fechada. Depois, mexa bem. Junte novamente a mesma quantidade de ingredientes e deixe descansar por mais quatro dias, pegue um litro de preferência de vidro e encha-o, tampe com uma rolha e gurde na geladeira pois estando gelado não tem perigo de vazar. Quando for fazer o pão, reforme o fermento conforme diz a receita do pão caseiro, guardando um litro para servir de base numa próxima receita. O fermento deve ser renovado toda vez que você for usá-lo. 


9 comentários:

  1. Bom dia, Roberto!
    Gostaria de saber de você se é preciso sovar a massa no dia seguinte para assarmos à tarde? Ou não, simplesmente preparamos em forma a noite, já com a massa devidamente sovada, para após crescimento assarmos?

    ResponderExcluir
  2. Roberto, boa noite!
    Não é necessário mais responder-me a pergunta formulada acima. Mas, gostaria de fazer outras. Quando você fala de medidas, com relação a colher, ela deverá ser cheia transbordante ou rasa. Ea vasilha para o fermento deverá ser realmente fechada ou simplesmente coberta? Muito grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Boa Tarde! Primeiramente peço desculpas por não ter respondido antes e agradeço por estar visualizando o meu blog,pois depois de vinte anos me dedicando a panificação e confeitaria que eu adoro, também posso compartilhar receitas com outras pessoas.
      Neusta Lopes, o que vai determinar na verdade se as medidas serão cheias ou rasas será a úmidade do produto, ou seja, dependendo da marca do trigo, sal, açucar que você compre eles podem ser muito úmidos ou muito secos. Todo produto que é muito úmido, você irá perceber que quando pegar uma colher dele, a colher virá cheia por si só porque a úmidade fará com que ele não escorregue pela colher. Se o produto for muito seco será o contrario, o produto irá escorregar demais da colher deixando ela muito rasa.
      Resumindo, as colheres não podem ser nem muito cheias e nem muito rasas, ou seja, se o trigo,sal,açucar forem muito úmidos, coloque as colheradas mais rasa e se for muito secos, as colheradas tem que ser um pouco mais cheias.
      Espero ter ajudado por enquanto e qualque dúvida é só deixar a sua pergunta aqui no blog, google+( Roberto Simão), Twitter (Roberto Simão) Facebook (Beto Confeiteiro).

      Att: Roberto Simão

      Excluir
  3. Roberto, obrigada por ter dedicado um pouco do seu tão precioso tempo. É de muita valia sua orientação. Moro em Bom Jardim - MA, ou seja, no nordeste, região de alta temperatura. A farinha de trigo que uso é do tipo 1. Com relação ao sal e açúcar, às vezes eles escorregam, outras não. Eu já estou fazendo o seu fermento. Amanhã passarei para o segundo procedimento. Esperarei mais quatro dias. Só após esse período de acordo com sua orientação farei o pão. Estou anciosa. Tudo dando certo, lhe darei notícias. Na ocasião, desejo a você e seu familiares boas festas neste Natal!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, Roberto!
    Hoje expirou os quatro dias a mais que teria que esperar e guardar o litro na geladeira. Fiquei preocupa ao abrir a vasilha e ver que por cima ficou uma cobertura bolhada e em alguns pontos apareceram sinais de morfo. O que eu fiz? Retirei com uma colher de plástico toda a cobertura e dividi e como já disse, guardei na geladeira. É normal ele ficar com essa aparência? Restou um pouco que parece dá 1/2 litro. Posso usar esse restante ainda hoje para fazer um teste? Posso também na receita do pão acrescentar ingredientes como o ovo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neusta Lopes, a aparência do fermento não é muito parecida com o que você mencionou não e por isso vamos tentar descobrir o que está acontecendo. Vamos por parte, pois o mais importante do fermento não é muito a aparência e sim a pressão que ele proporciona, pois é com ela que a massa irá crescer. Antes que você utilize o fermento e não encontre o resultado esperado, eu te proponho começarmos tudo de novo, porém agora eu vou te passar outras dicas passo a passo. Topas? Então vamos lá!
      Comece novamente, coloque no liquidificador a receita da primeira base do fermento (1 litro de agua, 3 colheres de açucar, 1 colher de sal e 5 colheres de trigo) e bata em velocidade máxima por aproximadamente 30 segundos.
      Com a ajuda de um funil, coloque o fermento em uma garrafa pet de 2 litros ou 1 litro e meio tanto faz.
      Você vai tampar bem com a tampa normal da garrafa e deixe fora da geladeira por 4 dias. Durante os quatro dias, uma vez por dia ( de preferência nos mesmos horários) você vai pegar a garrafa e virar ela de cabeça para baixo varias vezes para que o fermento se agite e crie pressão e também remova o trigo que fique concentrado no fundo da garrafa.
      Você vai notar que no dia em que por o fermento na garrafa ela vai estar mole e a cada dia que passar ela vai ficando mais dura devido a pressão que vai criando ( tudo isso que mencionei é durante os primeiros 4 dias e fora da geladeira).
      No quinto dia em que a garrafa já vai estar com muita pressão, abra a garrafa devagar e verá que elá vai fermentar e subir a pressão para a tampa em forma de espuma (por isso não abra de uma vez se não ela vai jogar o fermento para todo lado).
      Faça esse processo com a garrafa dentro de uma bacia, pois a espuma que vai sair já é o fermento e você não pode desperdiçar.
      Feito isso você vai tirar todo o fermento da garrafa e colocar nesta mesma bacia em que você usou para aparar o fermento. Agora você vai renovar o fermento colocando no liquidificador a mesma receita do inicio e batendo os mesmos segundos, em seguida despeje o fermento novo junto com o fermento velho que está na bacia e misture os dois por alguns segundos. Depois de misturados, é só medir 1 litro e despejar na garrafa em que estava o fermento e descartar o restante. Bom o processo é esse, agora vamos as explicações!
      Por que usar a garrafa pet? Resp: Porque a garrafa pet vai te ajudar a ver melhor a evolução da pressão.
      Assim que você reformou o fermento e colocou na garrafa de volta, coloque a garrafa na geladeira para que a partir desse momento em que o fermento já está agindo ele não corra o risco de azedar.
      O restante que foi descartado, na verdade é a parte no qual você irá utilizar para fazer o pão, no entanto eu aconselho a não fazer o fermento logo na primeira reforma pois o fermento ainda pode não ser o suficiente para crescer o pão, ou seja, toda semana você reforma o fermento fazendo o mesmo processo que eu te passei.
      Não se esqueça que a cada semana que passa o fermento vai ficando melhor e você tem que reformar mesmo que não for utilizar para fazer o pão, senão for fazer o pão é só descartar o fermento.
      Só nos primeiros 4 dias que ele irá ficar fora da geladeira, depois sempre dentro da geladeira.
      Quando fizer a primeira base de fermento você vai deixar os 4 dias, a partir da primeira reforma deixe sempre um espaço de 7 dias pois o fermento fica mais forte.

      Bom, eu garanto que com essa forma você vai conseguir deixar seu fermento ótimo, vamor sempre no comunicando para tirar algumas dúvidas que surgirem.

      Att: Roberto Simão

      Excluir
  5. Obrigada mais uma vez, Roberto! Vou fazer tudo novamente. Qualquer dúvida retornarei.

    ResponderExcluir
  6. Ho kara complicado para explicar... Assim não vais arrumar freguesia nenhuma... kkkkkk mas a dika vlw abçs e boa sorte

    ResponderExcluir
  7. Roberto, boa noite! Quando for para reformar o fermento, preciso amornar a água a que deve ser acrescida o fermento guardado na geladeira?

    ResponderExcluir